DORES NO PERIÓSTEO E FIBROMIALGIA

Dia-Internacional-da-Fibromialgia-

O periósteo é a membrana que reveste os ossos. Por ser extremamemte inervado, qualquer ferimento ou alteração provoca dor intensa. Por muito tempo, inclusive, acreditou-se que a fibromialgia afetava os músculos, porém, hoje se sabe que trata-se do periósteo.

Basicamente, o periósteo dói em duas situações: diretamente, por ulcerações, nos conflitos de contato ou separação indesejados, do ectoderma; ou indiretamente, na fase de cura de conflitos de autodesvalorização, quando a reparação do osso resulta no estiramento ou ruptura do periósteo, causando muita sensibilidade e dor.

Os conflitos que afetam diretamente o periósteo são conflitos de separação brutal, como a perda de um ente querido, ou um contato indesejado que gera dor, como um espancamento. Nesse caso, a dor aparece na fase ativa do conflito, isto é, logo após o choque biológico. A fibromialgia se trata de um intenso conflito de separação, onde o corpo todo dói muito, pois atinge o periósteo.

Já nos casos de autodesvalorização, o periósteo não é o tecido ligado ao conflito, mas é atingido de forma secundária. Na fase ativa de um conflito de autodesvalorização que atinge o osso, há perda de massa óssea ou osteólise. Na fase de cura esses buracos são reparados, porém, caso a pessoa fique mais tempo do que o necessário nessa fase, uma reparação além do normal faz com que o periósteo “estique”, causando dor. E se isso durar muito tempo, pode ocorrer a ruptura do periósteo, caso em que pode ser necessário amputar o membro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: