HEMORROIDAS

hemorroidas

As hemorroidas geralmente decorrem de dois tipos de conflitos, cada um envolvendo um tecido específico. A hemorroida por um tumor da mucosa profunda do intestino grosso, e a hemorroida por ulceração do tecido epitelial do ânus.

No caso do tumor retal acontece o seguinte: conflito de nojo indigesto, ser incapaz de desfazer-se de algo podre, nojento, que não presta. Por exemplo, um homem é acusado injustamente de cometer um crime e condenado por isso (“Não consigo digerir, me livrar
disso”).

Na fase ativa ocorre proliferação de células retais (adenocarcinoma de intestino) e consequente aumento de função, para melhorar a capacidade de absorção, digestão e eliminação do “pedaço”, isto é, aquilo que o indivíduo não consegue assimilar e se livrar.

Já na fase de cura vem a inflamação do reto para que se decomponha o tumor. Aqui pode haver diagnóstico de hemorroidas ou abscesso anal, cujos sintomas comuns são febre e suor noturno intenso.

No caso da ulceração anal, a situação se mostra um pouco diferente. Conflito de identidade, de não saber a que lugar pertence (na família, entre os amigos, no trabalho…), não saber que decisão tomar etc.

Isso acontece porque o ânus carrega uma memória arcaica evolutiva relacionada à identidade, o que explica por que muitos animais cheiram o ânus uns dos outros em um primeiro contato. É como se eles estivessem reconhecendo toda a linhagem daquele animal ao cheirar seu ânus.

Exemplos de conflitos relacionados: um menino que muda de escola no meio do ano letivo e se vê num ambiente totalmente estranho; um paciente de câncer possui dúvidas sérias sobre dar continuidade ao tratamento quimioterápico; uma menina perde o pai aos 8 anos de idade e a mãe troca constantemente de parceiro; um homem honesto é eleito a um cargo
político e se vê pressionado a aceitar propina; etc.

Na fase ativa ocorre a perda de tecido da superfície do ânus (úlceras), perda de sensibilidade e possíveis fissuras anais. Não há dor nem hemorragia. A ulceração ocorre para ampliar o ânus e melhorar a eliminação de fezes, cuja função biológica é a marcação territorial e é mais forte que a marcação por urina. Então, marcando o território o indivíduo dá suporte à sua identidade, determinando o lugar ao qual pertence.

Na fase de cura o tecido é regenerado. Dores, inchaço, sangramento e o aparecimento das hemorroidas. Normalmente não há febre, mas apenas suores noturnos.

Que tal conhecer mais sobre esse e outros sintomas, e entender melhor como a Reprogramação Biológica entende esses processos? Entre em contato comigo, curta minha fanpage, inscreva-se em meu canal no YouTube e siga meu blog no WordPress!

Yuri Alexander – Terapeuta
(45) 99997-0808
(45) 3038-1101 – Unoclin Terapias
terapeutayuri@gmail.com
http://www.terapeutayuri.com
https://www.youtube.com/channel/UC0cCLg880I7ZIdgcRfEpAIA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: