CRIANÇAS E CONFLITOS DE SEPARAÇÃO

separação

Muitas pessoas, quando entendem que sintomas físicos são originados por um conflito biológico, vivido pela pessoa de maneira dramática e inesperada, uma hora ou outra acabam fazendo a pergunta: “Mas e quando é com criança?”, ou “Mas e quando a pessoa nasce com isso?”

Bom, quando a criança nasce com um sintoma, a primeira coisa a fazer é investigar como foi a gestação da mãe, até mesmo o que aconteceu com o pai e a mãe nos meses anteriores à concepção. Isso porque muitos traumas que as crianças apresentam são, na verdade, um conflito vivido pela mãe. Além disso, a maioria dos sintomas só aparecem na fase de cura de um conflito, ou seja, se foi a mãe quem sofreu o conflito, pode ser que leve algum tempo depois do nascimento da criança para que seja resolvido.

Então, quando uma criança apresenta um sintoma, precisamos saber de que tipo de conflito se trata. Caso o conflito não faça sentido para uma criança (por exemplo, conflitos relacionados a bens materiais), é provável que tenha sido algo vivido pela mãe. Agora, há muitos conflitos que podem ser vividos pelas próprias crianças… e os principais são os conflitos de separação.

Hoje em dia é muito comum deixar os filhos na creche, na escola, desde seus primeiros meses de vida. Ocorre que uma criança percebe que nasceu cerca de 1 ano após o nascimento. E o que você acha que acontece com um bebê de 6 meses, que ainda nem sabe que está fora da barriga da mãe, que é deixado em uma creche enquanto a mãe trabalha?

Por isso as alergias são tão comuns em crianças. Cada vez que sofrem uma separação, seja ela da mãe ou do pai, ocorre um novo conflito. Esse tipo de conflito normalmente não dá sintomas na fase ativa, mas somente na fase de cura. É o que acontece com o filho do pai caminhoneiro que passa a semana toda viajando. Quando o pai retorna, no fim de semana, aparece a “alergia”, e quando sai novamente em viagem, o filho fica “bem”.

Outro caso comum são os divórcios. Haverá um conflito de separação, em algum grau, principalmente quando a criança é pequena.

Deseja saber mais ou marcar um atendimento? Entre em contato comigo, curta minha fanpage no facebook, inscreva-se em meu canal no YouTube e siga meu blog no WordPress!

Yuri Alexander – Terapeuta
(45) 99997-0808
(45) 3038-1101 – Unoclin Terapias
terapeutayuri@gmail.com
http://www.terapeutayuri.com/
https://www.youtube.com/channel/UC0cCLg880I7ZIdgcRfEpAIA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: