Uma história diferente sobre as “metástases”

Cancer Cell Dividing

De acordo com a medicina ortodoxa, metástase é uma espécie de extensão de um câncer, onde as células cancerosas “caminham” pela corrente sanguínea ou linfática, se instalando em outros órgãos e tecidos e tornando a situação do paciente um tanto mais grave. Seriam essas “metástases” as maiores causadoras das mortes por câncer.

É no mínimo curiosa a ideia de que uma célula intestinal, originada a partir de um tecido embrionário específico (endoderma), com propriedades e particularidades próprias de células intestinais, migra pela corrente sanguínea para outra área, como um osso, originada a partir de outro tecido embrionário (mesoderma novo), e ali se instala e assume as funções e especificidades de uma célula óssea.

Para a Reprogramação Biológica e a Nova Medicina Germânica, essa história está muito mal contada. Segundo as Leis Biológicas, para que tenha início algum tipo de proliferação celular (tumor), é preciso um comando específico do cérebro. Nenhuma área do corpo funciona independentemente do controle neurológico. Por esse motivo, nós entendemos que todo tumor faz parte de um Programa Biológico de Sobrevivência, e é sempre precedido de um Choque Biológico (DHS).

Como explicar, então, a questão das “metástases”? Normalmente, as metástases surgem após o diagnóstico inicial de um câncer. É esse o principal medo do paciente e dos médicos. Porém, não se trata de um transporte infundado e descontrolado de células tumorais, mas sim de um novo choque biológico (DHS) decorrente do diagnóstico! Ora, o que você acha que se passa na cabeça de uma pessoa que recebe um diagnóstico de câncer? Quais são as crenças da maioria das pessoas a respeito dessa “terrível doença”? Assim que recebe o diagnóstico ou prognóstico, o sentimento mais comum experimentado pela pessoa é o medo da morte. Esse sentimento de medo da morte é o conflito que afeta os alvéolos pulmonares, gerando uma proliferação celular (tumor) nos alvéolos. Adivinha só por que a maioria dos cânceres geram “metástase” no pulmão??

Além disso, vamos pensar no câncer de mama. Segundo os dados médicos estatísticos, o câncer de mama tem grande incidência de “metástase” no osso, e geralmente bem na área correspondente à mama afetada ou retirada (mastectomia). Sabe qual o conflito que afeta os ossos, segundo o Dr. Hamer? Uma autodesvalorização em relação a determinada área do corpo. Agora, qual você acha que é o principal sentimento de uma mulher que precisa retirar cirurgicamente uma de suas mamas? Exatamente uma autodesvalorização em relação à sua imagem, pois, para a mulher, as mamas carregam uma conotação muito estética, e precisar retirar uma delas certamente é algo que afetará sua autoestima e imagem pessoal.

Portanto, as “metástases” nada mais são do que novos conflitos biológicos decorrentes do choque do diagnóstico ou prognóstico.

Leia também o post sobre alvéolos e sintomas pulmonares, pois trata também de informações importantes sobre as metástases.

Se você gostou desse texto, curta minha fanpage no Facebook, compartilhe e marque seus amigos, siga meu blog no WordPress e inscreva-se em meu canal no YouTube! O primeiro passo para viver com saúde e bem estar é entender como o nosso corpo funciona!

Grande abraço!

Yuri Alexander – Terapeuta
(45) 99997-0808
(45) 3038-1101 – Unoclin Terapias
terapeutayuri@gmail.com
www.terapeutayuri.com
https://www.youtube.com/channel/UC0cCLg880I7ZIdgcRfEpAIA

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: