​SUA ALIMENTAÇÃO PODE REALMENTE AUMENTAR SEU COLESTEROL?

Ouvimos muito por aí que alimentos ricos em gorduras saturadas (como esses da foto) têm o poder de elevar os níveis do “colesterol ruim” – também conhecido como LDL. Por esse motivo, sentimos receio de comer gorduras de origem animal (que são extremamente saudáveis e benéficas), sem contar outros medos que por ventura sustentamos.
Você sabia que cerca de 70 a 80% do colesterol  é de origem endócrina, isto é, produzido pelo nosso próprio fígado? Isso significa que somente uma pequena parcela advém da alimentação. Para se ter uma ideia, uma mudança alimentar drástica seria capaz de reduzir o nível de colesterol LDL em, no máximo, 5%, e por um período não maior que 48 horas – já que o fígado, diante da diminuição da ingestão de colesterol LDL, aumentaria sua produção própria. 
Além disso, a principal preocupação acerca do colesterol alto é o risco de entupimento das artérias, por causa da formação da placa aterosclerótica. Ocorre que essas placas são formadas basicamente por tecido conjuntivo, e somente cerca de 1% da sua composição é de colesterol.
É claro que uma alimentação saudável tem um papel fundamental na saúde integral do ser humano. A questão é: até onde sabemos, de fato, o que é uma “alimentação saudável”?…
Clique nesse link para entender as causas de aumento no colesterol, segundo a Reprogramação Biológica.
Yuri Alexander – Terapeuta

(45) 9 9997-0808

(45) 3038-1101 – Unoclin Terapias

terapeutayuri@gmail.com

http://www.terapeutayuri.com

YouTube: Terapeuta Yuri Alexander

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: