4ª área da vida sistêmica: PROFISSIONAL

Obviamente, estamos nos referindo à sua profissão. Mas algumas coisas podem não ser tão óbvias assim. Primeiramente, você tem a profissão que deseja? Deseja a profissão que exerce, ou ela é apenas o que você acha que dá pra fazer? Você é daqueles que comemora a sexta-feira e lamenta o domingo à noite, ou acorda todos os dias animado e inspirado por ter o melhor trabalho do mundo?

Muitos de nós aprendemos que a profissão “x” ou “y” não são interessantes, pois não dão dinheiro, não garantem um bom futuro. Será mesmo? A cultura profissional e educacional ortodoxa nos ensina um ritual repetido por muitos, especialmente por nossos pais e avós. “Estude, faça uma faculdade e arranje um bom emprego”… essa costuma ser a definição de sucesso profissional. No entanto, se você analisar os empreendedores de maior sucesso, os profissionais que revolucionam o mercado e melhoram a vida das pessoas e o mundo, aqueles verdadeiramente ricos e prósperos, vai perceber que praticamente todos eles não seguiram esse conselho. Ao invés de trabalhar para os outros, eles estavam preocupados em gerar empregos, em ser donos do seu próprio negócio, em empreender.

Se você é músico, deve ter ouvido que “música não dá dinheiro”. É mesmo? E quanto a Iron Maiden, Metallica, Rolling Stones, Chitãozinho e Xororó, Bruno e Marrone, dente tantos outros?

Talvez seu sonho fosse ser jogador de futebol, mas disseram a você que é muito difícil, que poucos chegam lá, que não vale a pena tentar.

Entenda uma coisa: sempre que alguém se achar incapaz de realizar algo, ou não tiver coragem de pagar o preço, essa pessoa vai lhe dizer para desistir, vai lhe dar conselhos tolos e medíocres que representam o mindset dela, não o seu.

Agora, uma coisa você precisa ter bem claro em mente. Você não vai ter o sucesso de um Iron Maiden se fizer o que o “Zezinho dos teclados”, que toca no bar da esquina da sua casa todo sábado, faz… Você não vai ser um novo Messi no futebol se ficar batendo bolinha toda quinta com a turma do trabalho, enquanto toma cerveja e faz churrasco… Você não vai chegar aos pés de um Flávio Augusto acordando às 9 da manhã e sem ler um livro sequer sobre empreendedorismo e desenvolvimento humano, e descansando todo final de semana, pois “não é dia de trabalhar”.

Decida o que você quer para sua vida profissional, e depois corra atrás… caminhe… rasteje… mas comece a fazer algo para realizar a sua vida, para sair da mediocridade, para fazer a diferença. O que você vai fazer agora mesmo para crescer profissionalmente? Que livro pode transformá-lo em um profissional melhor? Que curso vai torná-lo mais capacitado em sua área de atuação? Que ações e hábitos você pode adotar para transmitir às pessoas a imagem do profissional que você quer ser?

Um grande abraço.

Yuri Alexander
(45) 9 9997-0808
(45) 3038-1101 – Unoclin Terapias
terapeutayuri@gmail.com
http://www.terapeutayuri.com
YouTube: Terapeuta Yuri Alexander

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: