Não tem a ver com dinheiro… tem a ver com mentalidade!

“Se eu ganhasse na mega-sena meus problemas estariam resolvidos; Se eu fosse promovido a gerente minha vida seria outra; Se eu conseguir vender isso ou aquilo, as coisas vão mudar”… Será mesmo?

Já não é mais novidade que a vida financeira de uma pessoa é o resultado das suas crenças, da sua mentalidade sobre dinheiro. Ou, dito de outra forma, é a soma das suas experiências (positivas e negativas) sobre dinheiro ao longo da vida.

Eu mesmo dizia esse tipo de coisa. Quando eu passei em um concurso público, saltei de um salário de 0 a 400 reais por mês (quando muito) para R$ 4.000,00, em questão de dias. Meus problemas estavam resolvidos, correto? ERRADO!

A primeira coisa que fiz: um empréstimo consignado para comprar o carro mais caro que meu dinheiro alcançava. Mesmo que eu não soubesse disso no momento, minha mentalidade era de pobre, e eu precisava dar um jeito de gastar aquele dinheiro todo. Fiz isso do jeito que a grande maioria faz: comprando um carro mais caro do que o dinheiro alcança para mostrar que é alguém que não é.

O tempo passou, eu estudei muita coisa e fui mudando a minha mentalidade, inclusive sobre dinheiro. Quando surgiu a oportunidade de realizar a minha principal meta de 2017, eu não tinha dinheiro – mas tinha um carro de 45 mil reais, e não hesitei em vendê-lo para realizar o que era importante para mim.

Futuramente, meu maior objetivo era me tornar Golden Belt pela Febracis. Porém, novamente eu não tinha todo o dinheiro necessário. Em outros tempos, eu desistiria e seguiria a vida. Mas a solução que eu encontrei foi vender o meu carro de novo e dar um jeito de fazer acontecer.

Preste atenção: eu não estou dizendo que você deve vender o seu carro ou a sua casa para realizar os seus sonhos e objetivos. Esse foi o MEU caso, e foi o jeito que EU dei (e faria tudo de novo). Agora, pare um momento e pense, com sinceridade: as suas ações e decisões em termos de dinheiro, são reflexo de uma mentalidade de riqueza ou de pobreza? São voltadas para construir patrimônio e renda passiva, ou apenas para comprar bens e satisfazer ao prazer imediato?

Comente o que fez sentido para você. Nos próximos dias vou falar mais sobre mentalidade $$$! 😉

2 comentários em “Não tem a ver com dinheiro… tem a ver com mentalidade!

Adicione o seu

  1. Olá Yuri, totalmente de acordo com você. Não fomos acostumados, na grande maioria, a pensar corretamente o dinheiro. Na minha casa, quando minha mãe fazia um trabalho maior e recebia uma paga maior, por um vestido de casamento, uniformes de comunhão ou de alguma empresa, ela não guardava para os meses difíceis. Ela gastava comprando o que eu precisava de sapato, roupa e comidas diferentes. Ela aprendeu errado e me ensinou errado. Por muito tempo fiz isso, confesso que ainda tenho deslizes, mas hoje tenho muito mais conhecimento do que minha família teve acesso e posso fazer diferente. E trabalho nisso, fazer diferente, fazer melhor, aprender dia a dia a me relacionar positivamente com o dinheiro e busco ensinar a meu filho para que não cometa os mesmos erros que já cometi. Sei que o caminho é dele e provavelmente vai errar, mas vai lembrar do ensinado e terá a oportunidade de escolher o caminho que lhe convenha.
    Obrigada por suas palavras. Um abraço.

    Curtir

    1. Gratidão pelas suas palavras, Roseana! Fiquei muito feliz em ler o seu depoimento. Continuemos na busca por melhorar e evoluir, um pouquinho a cada dia!

      Um forte abraço 🙏🏻👊🏻

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: